Notícias

Ver lista completa

Você não vê, mas existe

  • Compartilhar:

De acordo com o TST (Tribunal Superior do Trabalho), a exploração da mão de obra de crianças e adolescentes ainda é praticada em muitos países, como no Brasil. Em geral, essa exploração ocorre nas regiões economicamente menos favorecidas por causa da necessidade de ampliação da renda familiar. 
A situação fica ainda mais grave quando analisamos dados fornecidos pela OIT (Organização Internacional do Trabalho). De acordo com a organização, 85 milhões de crianças e adolescentes entre 5 e 17 anos estão envolvidos em trabalhos perigosos. No Brasil, o trabalho em canaviais, em minas de carvão, em funilarias, na metalurgia e junto a fornos quentes são comumente registrados, mesmo com a existência de muitas leis proibindo a realização dessas atividades por crianças.

Acesse de um dispositivo móvel:

Nossa Senhora Menina
Delta Tech - Gerenciamento de Conteúdo